Não sei quantas almas tenho


 ceu

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: “Fui eu?”
Deus sabe, porque o escreveu.

Fernando Pessoa

Anúncios

Um comentário sobre “Não sei quantas almas tenho

  1. Adivinha o que estou fazendo nesse exato momento?
    Baixei o CD da Glennis Grace, somente de covers, coloquei para tocar para ser a trilha enquanto leio os blogs que gosto! 🙂 Desculpa a ausência, estou de volta!
    Bom, vamos ao que interessa… O que dizer sobre Fernando Pessoa?! Perfeição. Adorei o texto.
    Você já sabe quantas almas têm?! Acredito que uma, com diversas facetas em construção.

    Voltei com novidades, acho que o endereço do blog você já sabe nê?! 😉
    Espero sua visitinha!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s