Nosso universo está recheado de Bolsonaros, Jeans, Felicianos, Danielas.


o outro

Será que já estamos caminhando a passos largos ao dito fim dos tempos tão propagado a anos? Será que estamos prestes a ver realizada a máxima dos “sacerdotes divinos”, dotados pelo poder do Pai em vidências, clarividências, o falar em língua e coisas mais?

Lembram do: “Em 2.000 chegará, mas de 2.000 não passará”? Minha indagação se torna ainda mais presente quando vejo no noticiário a “guerra” de ideologias individuais sendo diariamente aflorada, muitas vezes seguida de agressões, confrontos, xingamentos, e etc .

De um lado as chamadas minorias sociais que lutam por terem seus direitos reconhecidos independente de sua raça, crença, sexo ou afins, mas que nos últimos tempos têm sido representadas por indivíduos contraditórios entre suas falas e seus comportamentos.

De outro, os ditos enviados por Deus que aclamam e afirmam estarem em um patamar divino maior do que os seres mundanos, cheios de pecados, e que consequentemente não conquistarão o reino dos céus.

Como sempre digo: “Oremos”!

Indiscutivelmente tais ações são respaldas pela filosofia máxima de Drummond, quando diz: “Todo ser humano é um estranho ímpar”. E somos mesmo!

Cada um de nós se identifica com uma ideologia de vida teoricamente pensada e repensada para o nosso bem estar individualista. Cada um de nós tem a sua maneira de agir diante de uma mesma situação. Cada um de nós reage conforme lhe convém, porém, nem tudo que me convém é considerado como correto.

Enquanto briga-se por ideologias que sempre estarão arraigadas no íntimo filosófico de cada ser humano, muitos que se juntam nessa luta, acabam por esvair-se no meio do nada. Nosso universo está recheado de Bolsonaros, Jeans, Felicianos, Danielas, cada um defendendo o seu espaço neste ambiente selvagem que é a sociedade.

A luta de cada um deles é verdadeiramente social até a página 2, pois quando folheamos o livro e chegamos ao nosso capítulo, às coisas mudam de significação, e quem vive essa realidade é cada um de nós, mais ninguém.

Na minha luta mando eu. Somente eu posso eliminá-la. Não tenho como fazer isso pelo outro e muito menos o outro por mim. Lembram? Somos indivíduos… Estamos aqui buscando sempre o benefício próprio.

O outro?

É apenas, O outro!

A palavra de ordem para toda essa guerra ser abrandada é RESPEITO! Simplesmente!

Anúncios

2 comentários sobre “Nosso universo está recheado de Bolsonaros, Jeans, Felicianos, Danielas.

  1. Essa reflexão me faz lembrar do que dizia Carlos Noguè, em uma de suas aulas de filosofia, que vivemos tempos em que a “doxa se pretende enquanto verdade”. Vou além. Vivemos tempos em que ter opinião é obrigatório. É a ditadura da opinião. Uma sociedade mal acostumada em ter liberdade de expressão a utiliza de qualquer forma. Em nome da representação, diz-se o que quer, sem ao menos prestar-se atenção no que se diz. Tem que falar e falar alto que é pra não dar para se escutar o outro. Boa reflexão. Parabéns!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s