Há limite para a moda?


Sou um ser hiper libertário em relação a moda, pois sei que a questão da individualidade prevalece quando a temática é escolher o que usar e anunciara ao mundo nossa opinião sobre tal assunto.

Cada pessoa escolhe para si o que é de melhor e o que acha mais atraente para o seu look, creio nisso.

O que é belo para mim, não é belo para o outro e assim sucessivamente.

O universo da internet me fez deparar hoje, com a imagem de um look completamente exótico usado por Marc Jacobs no Baile Met 2012 e fiquei intrigado  com o que se passou na mente dele para usar tal indumentária.

Exibicionismo, mostrar seu estilo único, chamar a atenção para si. Sei lá! Jacobs disse aos jornalistas que cansou de usar smoking em eventos e optou por um vestido de renda da marca Commes des Garçons, com uma cueca boxer na cor branca por baixo.

Vendo isso, reafirmo meu pensamento semelhante ao de Tom Ford, também estilista como Jacobs, de que não posso considerar a moda como uma arte. Pois, arte para mim é algo que me desvela um sentimento de prazer, de beleza, mesmo quando esteticamente e aparentemente está feio, o que não foi o caso. E tirando a bolsa de Jacobs, que considerei linda, o resto… é resto…

Mas aí entra a questão da individualidade. Alguém pode ter amado o estilo e ainda CURTIR.

Então fica a indagação, há limite para a moda?

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s