Então é Natal …. E o que você fez?


Chegou o momento esperado por todos para reflexão do que se realizou durante todo o ano, na intenção de amenizar os erros e cultivar os acertos.

Essa é a época do ano mais esperada por todos.

Época das redenções, das divinas reconciliações e da busca incessante de um lugar no céu para os providos de caridade.

Época em que a luz deixa de ser um artifício que ilumina somente os nossos lares e ruas, mas penetra poeticamente no coração de cada ser humano no intuito de representar e/ou apresentar algo que não é o seu verdadeiro EU.

Época em que sentimos a necessidade de compartilhar com alguém tudo de bom que a vida nos ofereceu e ainda oferecerá e de dizer para si mesmo, eu posso!

Época em que buscamos substituir o compulsivo TER pelo SER.

Época em que viver dar lugar ao ato de existir, no sentido pleno da palavra.

Época de relacionamentos. Época do enfim juntos, seja com família, amigos ou inimigos.

Época em que podemos ainda mais, escolher o que semear, mas somos obrigados a colher aquilo de plantamos durante todo o ano.

Época do re-co-me-çar!

Enfim, é Natal, Reveillon, férias, dias normais como quaisquer outros, mas que carregam consigo uma nostalgia incomparável para que possamos daqui por diante ser verdadeiramente diferentes!

Épocas reflexão…

Tempo de recomeço…

Durante o ano todo se vive numa correria avassaladora pela conquista dos nossos objetivos. É a busca de um emprego, tentar manter os que já tem um, é a conciliação entre trabalho, estudo e família… Consumimos 24 horas diárias por situações tão corriqueiras, que não paramos nem para analisar paulatinamente cada movimento que fazemos durante o nosso dia. O ato de levantar-se bem; a possibilidade divina de poder acordar novamente; a dádiva de ter um café para tomar e um pão adormecido para comer; a oportunidade de ter um trabalho para onde podemos ir, desenvolver relacionamentos e ainda receber por isso para nossa sobrevivência; a benção de poder sair do trabalho e ir para sua moradia ao encontro de seus entes mais próximos e com os vizinhos que mesmo falando mal de você fazem parte indiscutivelmente da sua relação extra-familiar. Ufa! E olhem que fazemos isso todos os dias, durante horas! Nesse período de festas, onde quase todos terão fartura em todos os sentidos: fartura de comida, bebida, diversão e de sentimentos, é uma boa oportunidade de refletir como você foi consigo (conseguintemente com outrem) durante todo o ano. Ainda bem que somos seres humanos e Deus nos deu a oportunidade de recomeçar, seja pelo positivo ou pelo negativo. Mas o que importa mesmo é agir, deixar de ser apenas um filósofo e iniciar sua jornada enquanto protagonista do meio em que vives.

Que o nosso Natal seja repleto de saúde, pois do resto temos a possibilidade de correr atrás!

Amém!?
Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s